As tecnologias de deteção da Kaspersky encontraram ficheiros maliciosos disfarçados de documentos relacionados com o coronavírus – uma doença viral que afeta os pulmões e que tem sido manchete nos meios de comunicação devido ao perigo que representa. Estes ficheiros maliciosos, recentemente descobertos, estavam mascarados em ficheiros PDF, mp4 e docx, e tinham uma designação que indicava que continham instruções em vídeo sobre formas de proteção e deteção do vírus, bem como as últimas atualizações sobre o tema, que é real.

De facto, os ficheiros eram o veículo para uma série de ameaças, desde trojan e worms, capazes de destruir, bloquear, modificar e copiar dados, bem como de interferir com o funcionamento de computadores e redes informáticas.

“O coronavírus e a evolução do seu estado de propagação são atualmente notícia em todos os meios, sendo este um tema tão mediático que já foi utilizado pelos hackers como isco. Até ao momento, identificámos 10 ficheiros de malware, mas é previsível que este número aumente, devido ao interesse que a doença suscita, não só junto dos órgãos de comunicação social, como da população em geral. À medida que as pessoas virem cada vez mais a sua saúde em risco, é de prever que se propague mais malware oculto em documentos falsos sobre o coronavírus”, comenta Anton Ivanov, analista de malware da Kaspersky.

Os produtos da Kaspersky identificaram ficheiros maliciosos relacionados com o termo “coronavírus” com os seguintes nomes de deteção:

Worm.VBS.Dinihou.r

Worm.Python.Agent.c

UDS:DangerousObject.Multi.Generic

Trojan.WinLNK.Agent.gg

Trojan.WinLNK.Agent.ew

HEUR:Trojan.WinLNK.Agent.gen

HEUR:Trojan.PDF.Badur.b

 

Para evitar que os utilizadores se tornem vítimas de programas de malware que se fazem passar por conteúdos exclusivos, a Kaspersky recomenda adotar as seguintes medidas:

  • Evitar os links suspeitos que prometem conteúdo exclusivo. Optar sempre pelas fontes oficiais para obter informação legítima e de confiança.
  • Estar atento à extensão dos ficheiros descarregados, pois tanto vídeos como documentos nunca devem ter o formato .exe ou .ink.
  • Utilizar uma solução de segurança fiável, como o Kaspersky Security Cloud, para garantir uma proteção completa contra um vasto leque de ameaças.

A Kaspersky é uma multinacional de cibersegurança fundada em 1997. O profundo conhecimento das ameaças e a experiência em segurança da Kaspersky leva à criação contínua de soluções de segurança e serviços para proteger as empresas, as principais infraestruturas, os governos e os consumidores em todo o mundo. O portefólio de segurança da empresa inclui a solução de proteção de endpoint líder e com um vasto número de outras soluções e serviços que visam combater as ameaças digitais mais sofisticadas e em permanente evolução. Atualmente há mais de 400 milhões de utilizadores protegidos pelas tecnologias da Kaspersky e cerca de 270.000 clientes corporativos a escolher a Kaspersky para proteger o que lhes é mais importante.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 294 vezes Modificado em Fev. 01, 2020

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top