De acordo com o Kaspersky’s Family Report, mais de um quarto (28%) dos pais com crianças entre 7 e 12 anos consideram que o acesso a conteúdo nocivo (violento ou sexual) é o maior risco que os seus filhos enfrentam enquanto estão online. Conteúdos impróprios podem ser encontrados em qualquer parte da Internet, mesmo em anúncios que surgem nas aplicações, e quem os produz pode lucrar com este tipo de publicidade. O Kaspersky Safe Kids for Windows recebeu recentemente o prémio de Approved Parental Control de 2019 da AV-Comparatives e ajuda a manter as crianças protegidas contra conteúdo inapropriado.

Nem tudo o que está disponível na Internet é adequado para públicos mais jovens – e a quantidade de conteúdo perigoso disponível online está a aumentar rapidamente. Segundo os especialistas da Kaspersky, para minimizar o risco de as crianças encontrarem conteúdos impróprios, quase 3 em cada 10 pais (28%) tenta monitorizar o tempo que as crianças passam online. Por outro lado, mais de metade (58%) sente que precisa de controlar ou supervisionar os conteúdos que os seus filhos procuram online e de que forma utilizam a Internet.

A verdade é que os mais novos podem aceder a conteúdos impróprios acidentalmente, sem terem essa intenção. Por esta razão, instalar um software de controlo parental poderá minimizar o risco de se depararem com conteúdo perigoso enquanto estão online. Contudo, escolher um programa de controlo parental pode não ser uma tarefa fácil para os pais, que encontram parâmetros diferentes em cada solução e sentem dificuldades em escolher a opção certa. De forma a ajudá-los a encontrar a melhor ferramenta de proteção online, todos os anos, a organização austríaca AV-Comparatives realiza testes de certificação para vários fornecedores de software de controlo parental. Para obter a certificação, o software terá de bloquear pelo menos 98% dos sites pornográficos existentes, não ter mais do que apenas alguns falsos alertas em sites próprios para crianças e não apresentar erros graves não resolvidos (ou falhas de design) durante a análise.

Os resultados mais recentes dos testes efetuados indicam que, dos seis fornecedores em análise, a Kaspersky é o único a receber a certificação da AV-Comparatives. O Kaspersky Safe Kids obteve uma vantagem competitiva em comparação com os outros fornecedores, devido à sua tecnologia reforçada de filtragem de conteúdo. Esta tecnologia combina várias técnicas que possibilitam um alto nível de reconhecimento de conteúdos inapropriados, incluindo abordagens heurísticas e machine learning (ML). As abordagens heurísticas são utilizadas quando é necessário analisar o código HTML de um website (tabelas, cabeçalhos, parágrafos…), enquanto o machine learning contribui para que a tecnologia de filtragem seja enriquecida pela heurística mais exata.

"Nos últimos anos, adicionámos à nossa componente de filtragem novas línguas, onde incluímos a língua árabe. Temos também trabalhado na identificação de conteúdos específicos, que às vezes são difíceis de reconhecer dentro de cada uma das categorias apresentadas no produto. Na Kaspersky, tentamos detetar diariamente novas tendências de conteúdo impróprio, a fim de melhorar a nossa solução. Ao fazê-lo, estamos a ajudar os pais a educar adequadamente os seus filhos e a assegurar que crescem sem se tornarem uma preocupação. Todas estas melhorias visam aumentar a segurança das crianças enquanto navegam na Internet", comenta Konstantin Ignatiev, Head of Content Analysis & Research da Kaspersky.

Escolher a aplicação de controlo parental correta não é uma tarefa simples e ainda se torna mais difícil explicar às crianças a importância deste software. Neste sentido, a Kaspersky recomenda as seguintes medidas:

  • Confirmar que qualquer software de controlo parental que instalar é desenvolvido por uma empresa com boa reputação, para que a criança permaneça segura online.
  • Verificar se o software de controlo parental tem a opção de configurar a aplicação remotamente. Isto assegura a capacidade de ajustar as configurações dependendo das suas preferências.
  • Garantir que a aplicação tem várias opções para controlar as atividades dos seus filhos online - como bloquear, avisar ou simplesmente recolher dados. Desta forma, poderá encontrar a opção que funciona melhor para si e para os seus filhos.
  • Averiguar a variedade de recursos que o software de controlo parental pode oferecer. Por exemplo, é uma boa prática proteger os menores não só online, mas também no mundo real. Isto pode ser feito através da monitorização da localização via GPS e também ao definir a área e hora em que as crianças devem estar num determinado lugar (escola e atividades extracurriculares, por exemplo).
  • Antes de instalar o software de controlo parental no dispositivo de uma criança, não esconder que poderá ver as informações sobre as suas atividades. Tente chegar a um acordo mútuo para instalar este software no dispositivo do seu filho.

Para aceder aos resultados do AV-Comparatives Parental Control Review 2019, consulte o relatório completo aqui. Mais informações sobre o Kaspersky Safe Kids e as suas características estão disponíveis aqui.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 216 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top